Studio 54

A Moda tinha atingido novas formas de expressão individual e criativa e  as mulheres podiam escolher a  forma como  se apresentavam ao Mundo ,quase como um personagem, aspiravam mostrar-se de modo extravagante e diferente,  quase como um concurso de exuberância. Esta exuberância reinava as portas do Studio 54 , numa altura de afirmação tudo o que os porteiros procuravam não era a só a fama e o dinheiro mas a essência de quem esperava noites para entrar numa pista de dança e não ser apenas mais um na multidão mas sim procurar quem abraçava a sua individualidade e exalava atitude.

 

O Studio 54 tornou-se assim o lugar que promovia diferentes impulsos ao nível do estilo, viamos um estilo “Disco chic” com vestidos justos, blusas de cetim, padrões femininos como também estilos mais “Futuristas” com sapatos de plataforma, casacos de cabedal e jumsuits, no entanto foi também nesta altura  que a mulher começou a optar por um estilo mais masculino vestindo camisas de homem e blazers a complementar os conjuntos levando o estilo menswear a outro nível.

 

Este foi um período em que a fantasia e o glamour reinaram em conjunto, ao longo dos 33 meses que o Studio 54 teve as portas abertas ditou tendências que mantemos nos dias de hoje.

Não só a música disco continua a ser uma influência da discoteca de Nova york como também todo o seu enfâse na diferença tendo aberto portas á movimentação feminina e  á libertação gay não fazendo também destinção racial.

Hoje encontramos imensos elementos na Moda que nos remetem a esta altura não só na roupa como o padrões, as calças e o calçado como também na maquilhagem e no cabelo.

O cabelo quer-se volumoso e  glamouroso, o exagero tomado como natural, que pareça despropositado e ondas largas a abraçar os ombros. As franjas adornam os rostos complementando a make up e finalizando o conjunto.

Os pixies revelam-se no “corredor da felicidade”( nome da entrada da discoteca em que quem entrava soltava gritos de felicidade), carregam um certo tom dramático, como quem afirma que o glamour também pode ser curto, acompanhados com bob´s abaixo do queixo com volume no topo a dar um certo ar mais groove característico da década.

O escadeado entra em cena roubando o palco ao cabelo inteiro e sem  movimento, dá um toque mais suave ao ondulado e permite criar um estilo mais “pouffY” ao cabelo.

O Studio 54 foi pioneiro em diferentes aréas ao longo da sua existência mas ainda hoje é uma influência notável em todos os aspectos relacionados com a Moda o que a fará voltar de forma ciclíca não só ás passereles como na rua diariamente na forma como no apresentamos ao Mundo.