Franja “Bardot”

No mundo dos cabelos, tudo é cíclico e muitas das tendências já vistas são reinventadas e trazidas de volta à ribalta num contexto mais actual e adequado. As franjas não são excepção e em toda e qualquer estação existe sempre um tipo mais usado e cobiçado.

O melhor das franjas é a sua versatilidade, pois podem ser de várias formas e comprimentos, adequando-se a todos os tipos de rostos.Outra das suas vantagens é ser uma óptima forma de mudar de corte sem comprometer comprimento.

Neste momento umas das várias tendências de franja temos visto são as  franjas mais compridas, para a frente ou aberta no centro ,adornando o rosto e acentuando o olhar.

No entanto a franja sempre teve a fama de dar imenso trabalho, o que não é necessariamente verdade, sendo que se tem visto estas franjas na sua textura natural,mesmo até onduladas , não se pretende uma franja demasiado esticada que apresente um ar demasiado forçado ou perfeito.

As franjas mais  compridas têm também a vantagem de complementarem todos os tipos de corte, adequando-se bem desde a um bob até a um cabelo mais comprido e com movimento.

Este tipo de franja, inspirada no estilo de franja da Brigitte Bardot nos anos 60, sendo mais comprida acaba por não ser também um bom compromisso a quem pretende mudar e gostava de optar por uma franja mas acaba sempre por ter algum receio, dado que o seu comprimento torna mais fácil a adaptação à mesma, sem que seja algo de grande manutenção. Basta pentear a franja ainda molhada para a frente , deixando-a secar ao ar ou dando um pouco de ar com o secador.